23 de abril de 2009

SALVE, SÃO JORGE GUERREIRO!



São Jorge nasceu na Capadócia no ano de 280.
No final do século III, o cristão Jorge trocou a Capadócia, na Turquia, pela Palestina, vindo a ingressar no exército de Diocleciano. Jorge logo se destacou, sendo elevado a conde e depois a tribuno militar.

Tudo ia bem, até que as perseguições aos seguidores de Cristo reiniciaram. O rapaz não quis negar sua fé, fazendo com que Diocleciano se sentisse traído. O imperador, então, condenou-o às mais terríveis torturas. E Jorge conseguiu vencer a todas elas.
Suportando uma dor atrás da outra, o filho da Capadócia suportou as lanças dos soldados, permaneceu firme sob o peso de uma imensa pedra, obteve a cicatrização imediata das navalhadas que recebeu e resistiu ao calor de uma fornalha de cal.

A cada vitória sobre as torturas, Jorge ia convertendo mais e mais soldados. O imperador, contrariado, chamou um mago para acabar com a força de Jorge. O santo tomou duas poções e, mesmo assim, manteve-se firme e vivo. O feiticeiro juntou-se à lista dos convertidos, assim como a própria esposa do imperador. Estas duas últimas "traições" levaram Diocleciano a mandar degolar o ex-soldado em 23 de abril de 303.

Conta-se ainda que o bravo militar matou um dragão para salvar a filha do rei de Selena e todos os habitantes desta cidade Líbia.

Lenda ou realidade, o fato é que São Jorge nos lembra que todos nós temos algum desafio a vencer nesta vida, seja o nosso orgulho, o nosso egoísmo ou mesmo problemas que nos afetam no dia-a-dia.

Como ele, devemos permanecer fortes e corajosos, independentes dos desafios que a vida nos traga. Assim, como Jorge, havemos de vencer.
Fonte do texto: AQUI

Já pedi proteção a São Jorge AQUI, mas hoje, no dia dEle, fica minha homenagem e toda a minha devoção.

Porque eu estou vestida com as roupas e as armas de Jorge.
Para que meus inimigos tenham pés e não me alcancem,
Tenham mãos e não me toquem,
Tenham olhos e não me vejam.
E nem mesmo um pensamento
Eles possam ter para me fazerem mal.
SALVE, JORGE!

7 comentários:

Mosana disse...

quero estar sempre protegida por ele idem!!
orra ve se arruma outro nextel pra gente se falar então mulher!!!
ahuahuahauhauhauahuahauh
kisses darling!

Amanda disse...

Salve Salve ...

Raquel diva do coração...passe no meu bloguito q tem selinho para vc... cheio de amor!

Bjuuu

Faby disse...

Salve Jorge....

Como andam os preparativos?
Vai ver este link, e olha os noivinhos para bolo que doçura: http://www.flickr.com/photos/yuyuart/3389700763/in/set-72157615853266035/

Beijocas
Faby

lioness disse...

Fazia muito tempo que estava querendo conhecer a história desse mártir da fé. Com certeza ele glorificou a Jesus Cristo através de sua fé e por não ter se entregado ao caminho da maldade e da idolatria. Ótimo exemplo para todos nós.

Kyria disse...

É muito interessante a simbologia que nos traz o São Jorge, assim como o São Micael (Miguel), para os meninos.Bjs

Gabriela Gonçalves disse...

Sempre quis conhecer a história, obrigada por compartilhar..
bj

calma que estou com pressa disse...

amei este post! ele é meu santo, mas santo mesmo.. daqueles bem santo mesmo.. porque eu nasci exatamente no dia 23 de abril- e aqui em Minas o povo nem sabe desta data. rummmm- vou me mudar para o Rio- lá é até feriado no meu niver(to podendo)!
Adorei esta história de São Jorge, outro dia passo para copia-la!
hoje estou na tpm!e cansada, e com dor de cabeça, quase mateium gerente de banco hoje.. mas de resto tá tudo bem!
bjs