5 de fevereiro de 2009

A BLOGUEIRA MAIS RELAPSA DA BLOGOLÂNDIA.

Acho que a gripe afetou o cérebro da loira aqui.
Habla sério, né. Nem tem desculpa por ter ficado tanto tempo ausente.
Que coisa feia...

Bom, agora eu já me dei bastante bronca, poupando vocês de fazê-lo. (Vou continuar escrevendo do jeito antigo até mudar de idéia. E sim, idéia com acento.)
Acontece que as coisas andam meio conturbadas, de uma maneira ótima, mas tá difícil eu me concentrar aqui. Continuo visitando vocês e acho que não quero ficar tanto tempo sem postar, mas enfim. Blá blá blá whiskas sachet.

Antes tarde do que nunca, estou publicando esse delicioso selinho que recebi das queridéeeeeerrimas Mara, do Temperos, Artes e Outras Coisitas, e Gabi, Uma Mãe em Apuros.
Acontece que como eu demorei uma eternidade, não dá mais tempo de ganhar a caricatura. Humpf. É o preço que se paga por tamanha displicência.




E a Tati, do Parênteses e Reticências, há um século e meio atrás me mandou um convite para que eu abrisse minha necessaire pra galera. Daí um dia eu estava sem a câmera, no outro sem o cabo, no outro sem a tal da paciência, e por aí vai. Então para não parecer desfeita, vou contar o que tem na minha necessaire, mas não vou por fotos. Porque senão lá se vai mais um século e meio.

Como boa relapsa e displicente que sou, sonho em ser mais organizada. Minha necessaire é uma zona, assim como a minha bolsa, e mais tantas coisas na vida. Fato é que eu tenho um monte de coisas espalhadas na bolsa, e algumas coisas na bendita necessaire. Cada vez que troco de bolsa é um Deus nos acuda. E o pior é que isso acontece com frequência. Ok, mereço mais 30 chibatadas.

Mas na dita tem o seguinte:

- Rímel preto e rímel marrom, ambos da Yves Rocher, porque ela é relapsa mas é PHINA.
O marrom eu uso mais durante o dia, porque com esses olhos azuis que Deus me deu, o preto fica mais pesado e tals.

- Base e pó compacto do Boticário. Tá, não é nenhuma Mac, mas resolve. Margaret super elogiou minha pele quando me conheceu. E se ela falou tá falado. Tá, meu bem?

-Lápis de olho preto e marrom, seguindo a mesma história do rímel. E também da Yves Rocher. Praticamente uma européia. E tem também um apontador, claro né.

- Corretivo. Quatro. Pois é. Branquinha, loirinha, tão bonitinha... Mas você reparou nas olheiras dela?
Comprei um da Yves Rocher que funcionou pero no mucho, outro da Contém 1G que funcionou menos ainda, um em bastão que eu nem sei de onde é, muito menos lembrava da existência dele, até conhecer o ultra maxi espetacular corretivo da Lancôme, que mudou minha vida. Super recomendo. Mas olha, pede para aquela amiga que vai viajar comprar no free shop, porque aqui é um roubo.

- tesourinha e lixa de unha. Necessário.

- sabe aquele spraysinho pra limpar lentes de óculos da Chilli Beans? Então, também tem um desses. Porque aqueles olhos azuis que eu comentei são tão sensíveis, menina... E o óculos dá um certo ar de glamour, não acha?

-Falando em achar, acabei de achar um par de brincos que eu amo, e não fazia a menor idéia de onde eu tinha enfiado. Que cousa, que brincadeira útil, menina!

Bom, no mais tenho um monte de tralhas na bolsa, além de outro estojinho com os apetrechos para minha higiene bucal. Sou limpinha, tá?
Batons espalhados, nunca acho aquele que eu quero. E por aí vai.

E você, Rosana, o que tem na sua necessaire?

2 comentários:

Gabriela Gonçalves disse...

Acho que to ficando em depressão, sou a única pessoa do mundo que não tem uma necessaire... Oh vida, comprei uma. URGENTE!

Anônimo disse...

>>Minha necessaire é uma zona, assim como a minha bolsa, e mais tantas coisas na vida. Fato é que eu tenho um monte de coisas espalhadas na bolsa, e algumas coisas na bendita necessaire. Cada vez que troco de bolsa é um Deus nos acuda. E o pior é que isso acontece com frequência. Ok, mereço mais 30 chibatadas.<<

Nossa, adorei você! Você é igual a mim, mas eu acho que sou pior ainda. Todo mundo tem bolsa arrumada, e eu achava que eu era a única mulher no mundo com bolsa bagunçada. Na verdade ninguém assume a própria bagunça publicamente (e na verdade, nem eu!).
Você deve ser muito engraçada e divertida. Parabéns pela sinceridade! Você me fez sentir melhor comigo mesma hoje. Menos culpada, mais normal.